MAIS
    spot_imgspot_img
    HomeDistrito FederalBrasília no 4º lugar do ranking de cidades mais empreendedoras do...

    Brasília no 4º lugar do ranking de cidades mais empreendedoras do país

    Presidente do Lide Mulher Brasília comemora resultado e incentiva a nova geração de empreendedores brasilienses

    Crédito/foto: Divulgação

    Brasília acaba de despontar na quarta colocação do ranking de cidades mais empreendedoras do país. O resultado compõe o Índice de Cidades Empreendedoras (ICE) 2023 – um instrumento de avaliação voltado para gestores públicos e organizações de apoio interessadas em gerar impactos na economia. A capital federal foi, inclusive, objeto de estudo de caso, pois apresentou a maior escalada dentre as cidades, obtendo um ganho de 65 posições, se comparado ao resultado do ano anterior.

     

    Para a presidente do Lide Mulher Brasília, Janine Brito, da Pinheiro Ferragens, a posição do DF no ranking orgulha os empreendedores pioneiros da cidade e lança luz para os futuros empresários brasilienses. “É um sinal de que a nossa cidade pulsa sangue empreendedor, o que é extremamente positivo para as mudanças que esperamos ver em nosso país”, afirma a empresária.

     

    Segundo ela, Brasília é, na sua origem, um celeiro de oportunidades e, com o crescimento da capital, continua sendo. “A prova disso é a posição neste ranking, que cresce a cada ano”, pontua.

     

    O levantamento

     

    No quesito “Sub determinante Tributário”, que se refere ao ICMS, houve um ganho de 86 posições, saindo da última colocação (101ª) em 2022, para a 15ª em 2023. A alíquota interna do ICMS, por exemplo, saiu de 24,1% do PIB estadual, nos indicadores para a composição do ICE 2022, para 4,43% nos indicadores para o ICE 2023. Também houve melhora, ainda que menos expressiva, na posição do ranking de Complexidade Burocrática, passando da última colocação em 2022 para a 83ª em 2023.

     

    Confira os pontos de destaque de Brasília:

     

    Infraestrutura

    Nos tópicos de infraestrutura a capital brasileira se saiu muito bem, ocupando a 3º posição no ranking. Dentre os principais fatores que permitiram esse posicionamento, destacam-se os relacionados à conectividade rodoviária e número de decolagens aéreas na cidade, além das boas condições urbanas como velocidade da internet, a qual Brasília se encontra em quarta colocação.

     

    Mercado

     

    Nesse item Brasília alcançou o 3º lugar, principalmente pelo fato de possuir o maior PIB per capita do Brasil. Ou seja, o DF possui a maior produção por números de habitantes.

     

    Cultura Empreendedora

    Nesse tópico Brasília também obteve um ótimo desempenho ocupando a 4ª posição no ranking. Mesmo sendo uma das capitais mais novas do Brasil, a cidade possui elevados índices de consultas sobre empreendedorismo, o que mostra o engajamento da população sobre atividades empresariais. Segundo a Enap, os estudos para a realização do ICE 2024 encontram-se em fase avançada, e logo será disponibilizada para consulta pública.

     

    De acordo com Janine Brito, apesar de ser muito difícil empreender, é um caminho de muito crescimento pessoal e profissional. “Brasília tem esta característica em seu DNA: é um celeiro de empreendedorismo e oportunidades. Precisamos aproveitar isso para projetar ainda mais a cidade, em âmbito nacional, no cenário de negócios”, afirma.

     

    Sobre a Pinheiro Ferragens – Fundada em 1960, a empresa nasceu com o objetivo de comercializar aço para a construção civil. De base familiar e pioneira na capital, foi responsável por oferecer grande parte dos materiais para a construção de Brasília. Atualmente, a empresa trabalha com um mix de mais de dois mil produtos comercializados e industrializados. Localizada no Setor de Indústrias de Brasília e Taguatinga, a loja possui moderna estrutura e serviços diferenciados.

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    Deve ler

    spot_img